Carioca WR lança seu EP de estreia com 6 clipes; confira
Matuê faz sua estreia no jogo lançando clipe lisérgico; Confira "R B N"
Liahonna traz rap de mensagem em "Artista Marginal"; ouça

terça-feira, 29 de novembro de 2016

Kodak Black é liberado de prisão na Flórida e extraditado para Carolina do Sul para responder acusação de estupro

Kodak Black foi preso há alguns meses atrás após uma perseguição policial em alta velocidade, onde oficiais da lei acharam maconha com ele, e solto após pagar fiança. Apesar de tudo, ele voltou para trás as grades por conta de mandados pendentes de 2015, e ele deveria ter sido solto em Agosto, mas o xerife local descobriu mais outros 2 mandados contra ele, sendo um por porte de drogas, e outro por conta de uma acusação de abuso sexual.

Ontem (29), o rapper de Pompano Beach finalmente foi liberado da prisão do condado de St. Lucie, mas ele ainda não está livre. Por conta da acusação de estupro feita no início do ano por uma "fã" que estava com Kodak em um hotel, ele foi extraditado para Carolina do Sul, e ficará sob custódia para responder pelo suposto crime.

Advogados do autor de "No Flockin" parecem estar satisfeitos com a transferência dele para Carolina do Sul. Em nota oficial, eles disseram: "estamos firmemente convencidos de que ele irá reivindicar a acusação e ser solto logo em breve. Ele está ansiosos para chegar à Carolina para que ele possa continuar com sua vida e carreira".

Notícias relacionadas
Comentários